Menu
Domingo, 5 de Julho de 2020
(67) 9 9923-8059

MAIS DE 20 CASOS EM JANEIRO
Estamos vivendo uma onda de estupros em MS
Não fique calado, denuncie!
04 FEV 2020
Carlos Augusto Fernandes, Portal Urgente
10h00


Imagem: Ilustrativa
Janeiro foi um mês totalmente complicado para os cidadãos de Mato Grosso do Sul, já que em média, só nos primeiros 31 dias, foram registrados aproximadamente mais de 25 casos de estupros de crianças e adolescentes. Infelizmente o número de estupros pode ser ainda maior e não ter sido registrado por medo da criança de contar aos pais.

Conforme noticiado nos portais de notícias Jornal Dourados Urgente e Portal Urgente, a maioria dos casos, os abusadores eram da própria casa ou simplesmente eram muito próximos da família das vítimas, o que nos fazer dar um grande alerta para que os pais, principalmente as mães, conversem com os filhos e tenham uma mente aberta.

Pode ser difícil e o assunto ser um tanto delicado, mas às vezes é melhor dialogar e prevenir do que esperar o pior.

Houveram casos de irmãos, tios e pais abusando crianças no Estado. 

O que fazer em caso de estupro?

A vítima deve chamar a polícia ou ir até a delegacia e conversar com as autoridades sobre o caso, sem medo e sem ter vergonha alguma, os policiais estão ali para ajudar.

Como a polícia deve proceder?

Segundo a DeFEMde, a polícia deve proceder "com humanidade e tato com a vítima, sem ser sugestiva, nem perguntar de sua vida pessoal". O procedimento legal "é de tão somente colher provas e depoimentos referente ao ato criminoso, nada mais que isso".

Não fique calado, denuncie!